©2018 by Eté.

Design Isabela Avellar

Ciro Gomes: “O Brasil tem 760 mil presos, 70% deles jovens pegos com minúsculas quantidades de drogas”. Informações estão incompletas

October 5, 2018

Ciro Gomes no debate da TV Globo. (Foto: reprodução/TV Globo)

 

Ontem (4), a Rede Globo realizou debate entre os candidatos à Presidência da República. Ciro Gomes, candidato do PDT, afirmou: “O Brasil tem hoje 760 mil pessoas presas. 70% disso são jovens, presos pela polícia com minúsculas quantidades de drogas, para fazer estatística ou simplesmente para matá-los”. Checamos as informações. 

 

 

De acordo com o Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) do Departamento Penitenciário Nacional (Depen)/Ministério da Justiça, divulgado no passado e elaborado com dados de 2016, o total de pessoas encarceradas no Brasil era de 726.712 em junho daquele ano. Desses, 40% ainda não possuíam condenação judicial e eram presos provisórios. 

O Levantamento confirma que a juventude é de fato a maioria entre os presos, mas as estatísticas são outras: 55% das pessoas encarceradas tem entre 18 e 29 anos. O estudo também indica o perfil racial da população carcerária, demonstrando que 64% dos presos são negros. Para efeito de comparação, a população geral tem 53% de pessoas negras. 

 

De fato, os crimes de tráfico de drogas são a principal causa de encarceramento. A pesquisa mostrou que 28% das pessoas presas foram encarceradas por esse motivo. No entanto, não há cruzamento de dados entre a idade e as causas da prisão. Se levarmos em consideração o gênero, os dados mostram que 26% dos homens foram presos por tráfico (principal causa, empatada com roubo). Entre as mulheres, os números são ainda mais significativos: 64% delas foram presas por tráfico, também a principal causa de encarceramento (roubo, com 11%, é a segunda causa). 

Please reload

Posts Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Tags

Please reload