©2018 by Eté.

Design Isabela Avellar

Mulheres ganham menos do que homens para as mesmas funções

August 18, 2018

 

Hoje (18/8) o Estadão replicou o debate entre os candidatos a presidente da República na REDE TV. Selecionamos para checar o trecho em que Marina Silva (REDE) relata sobre a desigualdade dos salários de mulheres e homens.

 

“Só uma pessoa que não sabe o que significa uma mulher ganhar um salário menor que os homens e ter a mesma capacidade, a mesma competência e ser a primeira a ser demitida e a última a ser promovida e quando vai na fila de emprego, só por ser mulher, não se aceita. É uma questão que tem que se preocupar, sim, porque quando se é presidente da República tem que fazer cumprir o artigo 5.º da Constituição Federal, que diz que nenhuma mulher deve ser discriminada. E não fazer vista grossa dizendo que não precisa se preocupar.”

 

 

A Eté checou:

 

 

 

 

De acordo com o estudo de Estatística de Gênero, do IBGE, as mulheres trabalham, em média, três horas por semana a mais do que os homens, combinando trabalhos remunerados, afazeres domésticos e cuidados de pessoas. Mesmo assim, e ainda contando com um nível educacional mais alto, elas ganham, em média, 76,5% do rendimento dos homens.

 

Mesmo trabalhando mais horas, a mulher segue ganhando menos. Apesar da diferença entre os rendimentos de homens e mulheres ter diminuído nos últimos anos, em 2016 elas ainda recebiam o equivalente a 76,5% dos rendimentos dos homens. Uma combinação de fatores pode explicar essa diferença. Por exemplo, apenas 39,1% dos cargos gerenciais eram ocupados por mulheres; essa diferença aumentava com a faixa etária, indo de 43,1% de mulheres em cargos de chefia no grupo até 29 anos de idade até  31,8% no grupo de 60 anos ou mais.

 

 

 

Fonte: Estudo de Estatística de Gênero, do IBGE.

 

 

 

Please reload

Posts Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Tags

Please reload